segunda-feira, 25 de julho de 2011

ORIGENS DOS MONUMENTOS.



Andando pelas praças das cidades geralmente encontramos monumentos emoldurando seus espaços físicos, tanto artisticamente como arquitetonicamente. Mas a final o que e um monumento e para que serve? 
Padre Cícero- Juazeiro do Norte -Cé.
 Um monumento é uma estrutura construída por motivos simbólicos ou comemorativos, mais do que para uma utilização de ordem funcional. Os monumentos são geralmente construídos com o duplo propósito de comemorar um acontecimento importante, ou homenagear um personagem ilustre, e, simultaneamente, criar um objeto artístico que aprimorará o aspecto de uma cidade. Seu valor pode ser por antiguidade, tamanho ou significado histórico.
Etnologicamente, a Palavra monumento é de origem latina e provém do verbo “monere”, que significa lembrar. Segundo o historiador de arte Alois Regl, é toda obra criada pela mão do homem e construída com a finalidade de conservar sempre viva e presente na consciência das gerações futuras, a lembrança de determinada ação ou de uma existência. Segundo a tradição francesa, no Brasil, a construção de monumentos históricos ocorre como forma de legitimar alguns fatos e mitos fundadores da nação e de promover uma pedagogia do cidadão. As estátuas e monumentos históricos vão sempre lembrar os heróis nacionais.
No decorrer da história, sempre existiu desde a mais remota antiguidade, o interesse em edificar monumentos por parte das diferentes sociedades. As famosas pirâmides religiosas construídas pelos egípcios são exemplos disso. Os romanos erigiram monumentos em reverencia aos seus deuses. De modo geral, as sociedades antigas construíram belas edificações que, infelizmente, não resistiram á destruição humana ou ação impiedosa do tempo. Até mesmo durante o Antigo Regime, assistimos à construção de estátuas de monarcas europeus.
No entanto, naquela época, era bastante comum erigir em praças, parques e jardim, estátuas e monumentos em homenagem aos grandes vultos de nossa história. Era a chamada estátua, termo definido pelo historiador Francês Mauricio Agulhon, para designar o desenvolvimento da escultura em praças públicas com objetivo de se promover o civismo, fenômeno este que se inicia em meados do século XIX, na França, se estendendo por diversos países, inclusive no Brasil.
 
D. Pedro I - 1862 .
      O primeiro monumento histórico construído no Brasil, na cidade do Rio de Janeiro, então capital do Império brasileiro, em 1862. Trata-se da estátua do Imperador D. Pedro I, localizado na Praça Tiradentes. 

General Tiburcio. - 1888.
    Já a primeira estátua construída no Estado do Ceará, foi inaugurada em 8 de abril de 1888, na Praça General Tiburcio, popularmente conhecida como “Praça dos Leões”. A estátua foi fundida em Paris, para homenagear o herói cearense, morto na guerra do Paraguai, Antonio Ferreira de Sousa, General Tiburcio. Nossos monumentos têm sempre algo a nos dizer sobre a nossa história, sobre o nosso passado, mas por diversos motivos, muitas vezes não paramos para olhar.


Valentim Santos.
Professor, Historiador e Sociólogo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário